ABECS marca presença no 1º Seminário de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

ABECS marca presença no 1º Seminário de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Entre os dias 26, 27 e 28 de setembro de 2018 na cidade de Vitória da Conquista (Bahia) foi realizado o 1º Seminário de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) intitulado O Lugar das Ciências Sociais e da Educação no Brasil.

Na ocasião do evento, a ABECS esteve representada pelo Prof.º Dr.º Bruno Durães, membro da Direção Nacional da ABECS e professor de Sociologia da UFRB. O professor participou da mesa de encerramento “O mercado de trabalho para o licenciado em Ciências Sociais” em parceria com o professor José Ricardo Marques dos Santos, vice-coordenador do Curso de Licenciatura em Ciências Sociais da UESB.

O professor Bruno apresentou a seguinte palestra: “A ABECS e a singularidade do curso de Licenciatura em Ciências Sociais da UFRB”. O professor discorreu sobre a importância da Abecs como entidade de organização acadêmica/profissional da área de Ensino em Ciências Sociais e suas principais ações (como ofícios para retificar editais de concursos na área e nota pública contra a reforma do Ensino Médio, a BNCC e pela defesa de Sociologia na Escola), bem como apresentou as singularidades do curso de Ciências Sociais da UFRB, que tem por base formar um professor-pesquisador, com 04 modalidades de TCC de curso, e com 05 disciplinas de Laboratório temático de pesquisa e extensão no currículo, dentre outros elementos. Além disso, o professor trouxe dados atuais da quantidade de professores x área de formação em Ciências Sociais no Ensino Médio no Brasil e na Bahia (dados do INEP/Censo Escolar), revelando que existe hoje na Bahia menos de 5% de professores/as de Sociologia nas Escolas (públicas e privadas) em atuação formados na área, evidenciando a defasagem de profissionais formados na área e de como isso representa um campo de atuação em potencial. No caso do Recôncavo, há menos de 10 professores/as formados/as nas Escolas. Por fim, o professor destacou ainda que, mesmo com a (des)reforma do Ensino Médio, a Sociologia está viva na Escola e vai depender da nossa organização e defesa do campo, pois a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) ainda não foi definida e temos como papel fortalecer o apoio ao Conselho Estadual de Educação de cada Estado da Federação pela manutenção da Sociologia como disciplina.

Foi ressaltado que a Sociologia cumpre um papel reflexivo e crítico no ambiente escolar, possibilitando reflexões que não se contentem com o que está posto (naturalizado) e nem com a aparência dos fenômenos ou das coisas. O professor sintetizou dizendo que a máxima da Sociologia deve ser indagar, indagar e indagar.  O evento foi organizado pelo Centro Acadêmico de Ciências Sociais da UESB. O ponto central do seminário foi tratar da luta histórica pela permanência da disciplina nos currículos do ensino médio, bem como abordar o lugar desses saberes críticos na atual educação brasileira. Cabe ressaltar que o evento foi para além do debate educacional, alcançando temas centrais das Ciências Sociais e do contexto territorial da Bahia.

O evento teve por objetivo promover discussões sobre o ensino de sociologia e suas nuances (limites e possibilidades dos cursos de Licenciatura em Ciências Sociais) e também foi abordado a questão da evasão nos cursos de Ciências Sociais. Por fim, o evento proporcionou momentos de troca de experiências com temáticas fundamentais para as Ciências Sociais, como gênero e sexualidades, relações étnico-raciais, religiosidade, política, classe social, desenvolvimento, movimentos sociais, desigualdade, métodos e técnicas de pesquisa, entre outras.

 

 

 

 

 

 

comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: