Reflexões sobre mercado de trabalho para cientistas sociais e pressões por mudanças curriculares.

Gustavo Cravo, Fabio Medina

Resumo


O artigo examina propostas de mudanças no currículo da formação de cientistas sociais no Brasil a partir de revisão de literatura. Por questão de método, delimitamos três áreas de atuação dentro das ciências sociais: pesquisa, ensino escolar e outras atuações, indicando os agentes que a constituem, suas especificidades, formas de organização e indicando as lutas concorrenciais nos respectivos campos. Além disso, o artigo examina em subseção especifica a trajetória do campo escolar, indicando sua busca por legitimidade e prestígio, relacionando com as mudanças recentes e à expansão recente dos cursos de ciências sociais. Ao final, apresentamos uma breve síntese, dentro dos limites deste trabalho, das áreas de atuação profissional e as perspectivas de empregabilidade de cientistas sociais nas áreas de pesquisa, escolar e outras atuações.

The article examines proposals for changes in the curriculum of the formation of social scientists in Brazil from a literature review. As a matter of method, we delimit three areas of action within the social sciences: research, school teaching and other activities, indicating the agents that constitute them, their specificities, forms of organization and indicating the competitive struggles in the respective areas. In addition, the article examines in a specific subsection the trajectory of the school field, indicating its search for legitimacy and prestige, relating to recent changes and recent expansion of social science courses. In the end, we present a brief synthesis, within the limits of this research, of the areas of professional performance and the perspectives of employability of social scientists in the research areas, school areas and other activities.


Palavras-chave


Cientistas Sociais. Mercado de Trabalho. Profissões.

Texto completo:

PDF

Referências


BURGOS, Marcelo; BRITO, Djane Bouças de Carvalho. Os egressos do curso de Ciências Sociais da PUC-Rio. Cadernos de Sociologia Política e Cultura n 5, 2005. Disponível em . Acesso em 30/04/2017.

BRAGA, Eugênio Carlos Ferreira. Cientistas Sociais extra-universitários: identidade profissional no mercado da pesquisa. Revista Estudos de Sociologia, Araraquara, v.14, n.26, p.141-167, 2009. Disponível em

. Acesso em 30/04/2017.

BONELLI, Maria da Gloria. Identidade profissional e mercado de trabalho dos cientistas sociais: as ciências sociais no sistema das profissões. Tese de doutoramento. Campinas: IFCH/Unicamp, 1993.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. Atos de Pesquisa em Ciências Sociais, n. 2/3, jun. 1976, p. 88-104.

BRASIL. Lei nº 13.415/2017. Institui a reforma do ensino médio. Modifica a LDB, o FUNDEB, e institui a educação de tempo integral. Disponível em:

. Acesso em 30/04/2017.

BRASIL. Lei nº 11.684/2008. Inclui a Filosofia e a Sociologia como disciplinas obrigatórias nos currículos do ensino médio. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.

BRASIL. Medida Provisória nº 746/2016. Institui a reforma do ensino médio. Disponível em:

. Acesso em 31/12/2016.

BRASIL. Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras. REUNI. 2007. Disponível em: . Acesso em 31/12/2016

BRASIL. Lei nº 6.888/1980. Reconhece a profissão de sociólogo. Disponível em: . Acesso em 31/12/2016.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Parecer CNE/CES nº 224/2004. Dispõe sobre a obrigatoriedade do estágio curricular para os cursos de bacharelado e licenciatura em Ciências Sociais. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.

D’ALÉCIO, Gabrielle Cotrim. Análise dos desenhos curriculares de cursos superiores de formação de professores em Ciências Sociais. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação) " FE, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2016.

DURAND, José Carlos. A mal-assumida profissão de sociólogo. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 24, n.3, p. 76-78, 1984. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.

HANDFAS, Anita; MAIÇARA, Julia Polessa. O estado da arte na produção científica sobre o ensino de sociologia na educação básica. BIB, São Paulo, n. 74, 2.º semestre de 2012.

MARINHO, Marcelo Jacques Martins da Cunha. A profissionalização da Sociologia no Brasil. Dados " Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, 1987, p .223- 233

MICELI, Sergio. (org.). (1989), História das ciências sociais no Brasil, vol. 2. São Paulo, Editora FAPESP.

MIGLIEVICH-RIBEIRO, Adelia Maria. A sociologia quando sai da Universidade: ilustrações para um debate. Cadernos CERU (USP), v. 10, p. 23-30, 1999. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.

MIRHAN, Lejeune. O mercado de trabalho e a profissionalização do sociólogo" 1 ed. " São Paulo: Anita Garibaldi coedição com a Fundação Mauricio Grabois, 2015.

SCHWARTZMAN, Simon. Os estudantes de Ciências Sociais. In: PESSANHA, Elina G. da Fonte & VILLAS BOAS, Gláucia (org.). Ciências Sociais: Ensino e Pesquisa na graduação. Rio de Janeiro: Jornada Cultural, 1995.

_____________________. A sociologia como profissão pública no Brasil. Cadernos CRH, v. 22, n. 56, p. 271-279, Maio/Ago 2009. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.

TORINI, Danilo Martins. Formação e Identidade Profissional: a trajetória de egressos de Ciências Sociais. 2012. 137 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) " FFLCH, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

VILLAS BÔAS, Gláucia K. Currículo, iniciação científica e evasão de estudantes de ciências sociais. Revista Tempo Social " Revista de Sociologia da USP, v.15, n.1, 2003. Disponível em: . Acesso em 30/04/2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais - ABECS

Periodicidade: semestral

ISSN 2594-3707


INDEXAÇÃO

Google Acadêmico

ANPOCS



Idioma: Português

Editor responsável: Cristiano das Neves Bodart

Autor corporativo: Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais (ABECS)

Endereço: Cpo São Cristóvão, 177, UE São Cristóvão CPII, Sala do Departamento de Sociologia, São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ, CEP 20921-440, Brasil
CNPJ: 19.340.922/0001-76

Site da ABECS: www.abecs.com.br
Facebook da ABECS: https://www.facebook.com/abecsnacional/